Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Números > Monitoramento de alterações da infecção pelo zika até a Semana Epidemiológica 20/2017
Início do conteúdo da página

Monitoramento de alterações da infecção pelo zika até a Semana Epidemiológica 20/2017

Escrito por Matheus Carvalho da Cruz | Criado: Quarta, 05 Julho 2017 13:19 | Publicado: Quarta, 05 Julho 2017 13:38 | Última atualização: Quarta, 05 Julho 2017 13:38 | Acessos: 699

O Nordeste continua sendo a região que apresenta o maior número de municípios com casos e óbitos em monitoramento, representando 48,0% do total de municípios com casos registrados no país.

 

Entre as Semanas Epidemiológicas (SEs) 45/2015 e 20/2017 (08/11/2015 a 20/05/2017), o MS foi notificado sobre 13.835 casos suspeitos de alterações no crescimento e desenvolvimento possivelmente relacionadas à infecção pelo vírus Zika e outras etiologias infecciosas, dos quais 3.211 (23,2%) permaneciam em investigação na SE 20/2017. Do total de casos, 5.892 (42,6%) foram descartados, 2.753 (19,9%) foram confirmados e 141 (1,0%) foram classificados como prováveis para relação com infecção congênita durante a gestação. 

 

Acesse o boletim:

Fim do conteúdo da página